Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Domingo à tarde

Senta-te, desfruta e serve-te enquanto vou ali fazer uma sestinha

Domingo à tarde

Senta-te, desfruta e serve-te enquanto vou ali fazer uma sestinha

Inspiração, não fujas!

É o completo terror!
Bem, encontro-me à frente de um computador, bebericando um café com o dedo mindinho para fora (aliás, em tempos idos, este gesto era realmente diferenciador no que tocava à educação e bons costumes. Hoje é só estúpido). Ao beber este cálice em chávena com água a ferver, grãos de café moído e uma pressão de 15 bars, reparei na falta incessante de temas, de momentos para dactilografar aqui neste espaço, que tanto é meu como é daqueles que olham para o Domingo à tarde com ternura, com uma pitada de fogosidade à mistura e chouriço assado com pão alentejano.

Essa falta de temas, de momentos tem um denominador comum: meteorologia. Sinto que o tempo tem feito pouco de nós, sobretudo saúde, e tem feito gato sapato das nossas escolhas de roupa para sair à rua. E com isso abriu um buraco jeitoso no cérebro, deixando que diversas sinapses fugissem para longe e me deixassem à deriva sem qualquer chão, sem qualquer porta (Titanic, que saudades), sem qualquer tapete, sem qualquer...cala-te, porra!

E ao escrever estas pérolas, percebi que o tema pode ser o próprio tema.

Confusos?

Eu também.

Não sei onde quero chegar com isto mas o importante é ter saúde.

Saúde e dinheiro que a saúde não paga contas, antes pelo contrário.

Mas mortos também não fazemos nada e dizem que ainda incomodamos as pessoas.

pexels-photo-943627.jpeg

hippie-mrec