Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Domingo à tarde

Não gostas, queres ver!

08.03.18

Uma ode ao ser mais incrível de todos: as Mulheres


Já o tinha dito inúmeras vezes e volto a dizer: para as Mulheres, tudo. 

Há qualquer coisa de extraordinário na leveza com que andam, na altivez e superioridade com que gesticulam e na particularidade de amarem de uma forma tão fácil e despreocupada, que nunca chegarei a perceber porque há homens na sociedade que tentam derrubar isso.

Para mim, e longe de mim imaginar outro cenário, não há ser superior à Mulher. Não que não haja referências boas e más em todos os géneros, mas nada ultrapassa a forma como na história e na vida lidaram com uma posição que outros diziam mais frágil e desprotegida.

Recorro todos os dias às Mulheres da minha vida porque a vida é mais fácil com elas. Recorro a elas porque são a ponderação e o equilíbrio da minha vida. Recorro à Mulher porque são a ostentação dos seus sonhos (que merecem ter) e dos desejos de preservação da humanidade e por isso devem ser respeitadas, protegidas, amadas e, não menos merecido, idolatradas.

 

Procurem na vossa Avó, Mãe, Irmã, Namorada/Esposa, Filha tudo o aqui disse. O amor é universal e é para todos mas o amor delas...o delas é qualquer coisa de sublime e único.

 

Obrigado, Mulheres. De coração.

pexels-photo-236287.jpeg